Tecnologia da Informação e Inclusão Digital


Imprimir E-mail

O avanço das Tecnologias da Informação deve contribuir para melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos, mas, infelizmente, nem todos têm acesso a esses avanços. Por isso, cabe ao Poder Público a implementação de métodos para a democratização dos meios digitais, principalmente aos excluídos economicamente e também aos cidadãos com incapacidades físicas. É indispensável que todos tenham a oportunidade de participar dos recursos tecnológicos e, com isso, usufruírem dos benefícios que estes meios oferecem. Apenas 12,4% da população brasileira têm acesso a computadores e 8,3% tem acesso à Internet, sendo que a maior parte desta população está concentrada na área urbana, mostrando assim o desnível que deixa as zonas rurais excluídas digitalmente. Apoiar e incentivar o desenvolvimento de novas tecnologias é papel fundamental do Poder Público, mas sem deixar de promover atividades e programas que possibilitem o acesso a essas tecnologias.

 

Propostas apresentadas no II Congresso do Mandato

 

Veja as propostas apresentadas no I Congresso do Mandato do Deputado Vanderlei Siraque na área da Tecnologia da Informação e Inclusão Digital

 

Propostas do Plano de Governo 2008

 

Os números da exclusão digital no Brasil

Apenas 12,4% da população brasileira tem acesso a computadores. Quanto ao acesso à internet, o índice é ainda menor 8,3%. Cerca de 97% destes, se concentram em áreas urbanas, acentuando o desnível e deixando as zonas rurais praticamente na escuridão digital.

Aproximadamente 1 milhão de pessoas estão aderindo à informática a cada três meses, pouco mais de 300 mil por mês. Desde 2000, a taxa de brasileiros com acesso a computadores avançou de 10% para 15% do total da população. Números ainda não satisfatórios, já que 150 milhões de pessoas continuam sem acesso a essas máquinas, segundo levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Comitê para Democratização da Informática (CDI).
Os cinco Estados mais incluídos
Os cinco Estados menos incluídos
Distrito Federal Maranhão
São Paulo Piauí
Rio de Janeiro Tocantins
Santa Catarina Acre
Paraná Alagoas

Um dado curioso, detectado pelo estudo, é o acesso por etnia, ou seja, raças:

Amarelos (descendentes de orientais) 41,7%
Brancos 15,1%
Pardos 4%
Índios 3,8%

O mapa da exclusão mostra que o desempenho dos alunos que possuem computador em casa é superior aos demais. A nota deles é 17% maior em Matemática e 13% maior em Português. A renda média das famílias que dispõem de computador é de R$ 1.677,00, contra R$ 569 do total da população ocupada no país. Os dados apontam que, em igualdades de condições socioeconômicas, o acesso dos brancos aos computadores em casa é ainda 167% superior ao dos não brancos. Do ponto de vista regional, igualando-se as condições, as chances de acesso à informática em São Paulo são oito vezes maiores do que no Piauí, por exemplo.


No Brasil

12,4% tem acesso a computadores, o equivelente a 26,7 milhões de pessoas
8,3% são conectados à internet
Aproximadamente 150 milhões de pessoas não têm acesso à informática

Quanto aos alunos matriculados no Ensino Fundamental regular, 23,9% estão em escolas com acesso a computadores. São Paulo (49,7%), Paraná (37,2%) e Rio de Janeiro (34,4%) são os três Estados brasileiros com maior grau de inclusão digital nesta etapa.

São Paulo - O levantamento revela que o Estado apresenta um índice de 21,8% da população com acesso aos computadores, ficando atrás do Distrito Federal (25,3%) e à frente do Rio de Janeiro (17,9%). As três cidades brasileiras com maior adesão à informática são: São Caetano do Sul - SP (41%), Niterói - RJ (34%) e Santos - SP (33%).

Ranking dos 10 municípios paulistas com maior adesão à informática

Municípios
Taxa de Inclusão %
São Caetano do Sul
41,10%
Santos
33,04%
Vinhedo
27,82%
Campinas
27,79%
Águas de São Pedro
27,69%
Santo André
26,94%
Jundiaí
26,69%
Valinhos
26,48%
São Bernardo do Campo
25,85%
São Paulo
25,47%


Ranking dos 10 municípios paulistas com menor adesão à informática

Municípios
Taxa de Inclusão %
Turmalina
0,72%
Planalto
0,63%
Emilianópolis
0,62%
Itaóca
0,36%
Marinópolis
0,36%
Iaras
0,28%
Taquarivaí
0,28%
Barra do Chapéu
0,25%
Santa Clara D' Oeste
0,23%
Jeriquara
0,12%

Fontes: Fundação Getúlio Vargas (FGV), Comitê para Democratização da Informática (CDI), Sun Microsystems e USAID


Conheça
Inclusão Digital
Programa Acessa São Paulo
CDI - Comitê para Democratização da Informática
Associação Cidadania e Vida de Rio Grande da Serra
Veja mais links
 


 

Previsão do Tempo

Untitled Document

Praça dos Três Poderes - Câmara dos Deputados - Gabinete: 574 - Anexo: III - CEP: 70160-900 - Brasília - DF - Tel: (61) 3215-5574 Fax (61) 3215-2574 - E-mail: dep.vanderleisiraque@camara.leg.br - Conselho Político: Rua General Glicério, 276 - Centro - Sala 1 - Santo André - Cep: 09015-190 - Tel: (11) 4427-6588 - Email: siraque@siraque.com.br